História Antiga

História Antiga

história Antiga(Egito, mesopotâmia, hebreu, etc)

Civilizações orientais: Egito, Mesopotâmia, hebreus, fenícios, persas. Onde Egito,Mesopotâmia e os Hebreus eram civilizações da crescente férteis, hidráulicas e tinham o modo de produção asiático, onde o governo lhe dava terras e cabia ao escolhido da terra produzir e plantar para o governo. Já os fenícios tinham importância marítima e comercial, os persas, brevidade e riqueza. Lembrando que todos esses pertenciam a antiguidade Oriental
Civilizações Clássicas: Grécia e Roma, antiguidade clássica

Egito
Política: Faraó, uma espécie de Deus vivo, ele era o dono de todo o estado, onde ele sedia terra a quem quisesse e quando quisesse, onde teriam que pagar impostos coletivos que seriam pagos em produtos ou serviços para o estado egípcio.

Economia: Agricultura de consumo e exportação, eram muito desenvolvidos e tinham sistema de irrigação.
Evolução política:
  • Antigo Império:Arquitetura, pirâmides e canais de irrigação
  • Médio Império:Invasão dos Hicso,povo nômade que invadiu o Egito usando metal cavalo e carro de guerra que depois da invasão aceitaram a entrada pacifica dos hebreus, para trabalhar na agricultura.
  • Novo Império: Faraó Amenófis IV: reforma religiosa, criando o monoteísmo (Deus Aton) e tentou diminuir a influencia política dos sacerdotes. Neste império sai amenófis e entra Tutankamon.
Renascimento saíta: Grande crescimento econômico e estabilidade política.
Cultura:
  • Religião: politeísta, acreditavam em vários deuses, e antropozomórfica, os deuses eram a maioria metade homem metade animal, as vezes só homem (faraó) e as vezes só animal(gatos).
  • Escrita: Hierogrífica, dividida em hierática e demótica, onde a hierática era escrita sagrada onde faraó e sacerdotes escreviam e a Demótica, conhecida como a escrita popular.
1822/23: Champollion e a pedra roseta, pedra encontrada em uma expedição ao Egito onde foram encontradas os símbolos da escrita egípcia, como se encontrassem o nosso alfabeto.
  • Arquitetura:
    • pirâmides: Túmulos dos faraós.
    • Mastabas: Túmulos dos nobres.
    • Hipogeus Horizontais: túmulos de alguns faraós.
    • Hipogeus Verticais: Túmulos coletivos dos pobres.
  • Medicina:
    • Mumificação: Acreditavam na imortalidade da alma.
    • Dissecação: Dividiam o corpo humano para estudos
    • Trepanação: cirurgia ucraniana, onde furavam o crânio para fazê-la
Mesopotâmia (Atual Iraque)
                                                                              Características geográficas:
Está demarcado o estado do iraque mas na região entre os
rios situa a antiga mesopotâmia facilmente se deduz que é
uma região de ótima plantação fetilidade ao máximo dando
nome da região de crescente fértil.
fácil acesso, grande fertilidade, fácil escoamento do produto, região disputada por povos da África como aos sumérias, acadianos, elamitas, caldeus, assírios... etc.
  • Primeiro império babilônico: Hamurábi(primeiro código jurídico da história, código de 282 artigos,basicamente o código tinha como principio: olho por olho e dente por dente (lei do talião)]
  • Segundo império babilônico:Nabucodonosor, fez o jardim suspensos da babilônico e a torre de babel
  • Império Assírios: Intenso militarismo, extrema crueldade, grandes matanças
Cultura:
  • Religião:Politeístas, ou seja acreditavam em vários deuses.
                Cósmica ou seja o cosmo, o espaço era muito conhecido por eles, tinham vários calendários.
  • Arquitetura: tinham templos e palácios chamados zigurats
  • Escrita: Cuneiforme.
Hebreus (atual Israel)
Períodos: Patriarca, período em que eles eram nômades, não tinham líderes políticos; Juizado, Primeiros líderes políticos dos hebreus; Monarquia, Fase áurea e da decadência.
História deles começa com Abraão (pai), Sara(mulher de Abraão) e Hagar(empregada), Abraão e a mulher viviam na Mesopotâmia até que ele escutou uma voz "divina" .-. falando da terra prometida, Abraão e sua mulher queriam ter um filho mas sua mulher era estéril aí segundo conta aquele livro mentiroso rsrs enfim... aconteceu um milagre e ele conseguiu um filho Isaque só que antes a mulher de abraão deixou ele pagar a empregada Hagar, ele teve o filho Ismael. Isaque teve mais dois filhos: Esaú e Jacó onde, Jacó teve mais 12 filhos, onde o caçula foi vendido pelos irmãos por falar que um dia seus irmãos estariam ajoelhados a ele e pedindo ajuda.
José foi levado como escravo no Egito onde na prisão era conhecido como desvendar sonhos, até que um dia o rei sonhou e José foi chamado e disse para o rei que terão 7 anos de colheita e 7 de seca, com isso ele foi transformado em um ministro.
7 anos depois, os filhos que restaram de Jacó foram pedir ajuda ao Egito, onde encontraram seu irmão, ele pediu para ver seu pai, e pediu autorização para o rei para trazer seu povo para trabalhar na colheita do Egito, nesta época o Egito estava dominado pelos hicsos onde os egípcios não trabalhavam corretamente para prejudicar os dominantes (hicsos)
Com muitos anos passados os egípcios como os escravos dos hicsos os egípcios só estavam esperando a hora certa para fazer uma revolta quando isso ocorreu, os egípcios perceberam que os hebreus estavam em grande número e os escravizaram para eles não tomarem seu poder, onde cada criança nascida se fosse do sexo masculino ela era assassinada se mulher, mantida.

Foi numa dessas que certa vez nasceu um homem e a mulher como não queria que o filho fosse assassinado pelos egípcios resolveu colocar o bebê em uma cesta e jogar ao Nilo, mas o menino foi encontrado logo depois pela filha do faraó que não tinha bebê então ela adotou a criança que cresceu como um "rei" essa criança passou a se chamar Moisés, quando adulto Moisés sempre sentia na pele pelo sofrimento dos hebreus mas não sabia o porquê foi quando ele assassinou um homem por maltratar o hebreu, então como na época era olho por olho e dente por dente, Moisés teve que se exilar para que ele não fosse assassinado.

Marcada com flechas vermelhas( não pontinhadas) está o suposto
caminho feito pelos hebreus quando sairam do egito.
(clique na imagem para ver em tamanho ampliado)
No lugar onde Moisés estava escondido ele encontrou uma mulher que dizia ser a mãe dele, para confirmar Moisés perguntou a sua mãe adotiva sobre a história do Nilo, e ela confirmou, foi quando ele se sentiu obrigado a salvar seu povo (hebreu) da escravidão dos egípcios e leva-los para a terra prometida, o chamado êxodo dos hebreus que foi a saída dos hebreus da escravidão egípcia.Mas Moisés morreu no caminho sem completar sua tarefa e em seu lugar venho Josué que reintroduziu os hebreus a terra prometida, ao chegarem lá,  formaram um território comandado por Reis.
  Reis:
Saul: Tirano, Ditador, déspota;
Davi: Democrático
Salomão: Sábio, rico, construiu o primeiro templo de Jerusalém
Roboão:Uma anta, governou de forma péssima causando a cisma e a diáspora.
  • Cisma: separação do território em 12 tribos: 10 ao norte e 2 ao sul
  • Diáspora: Dispersão dos hebreus pelo mundo.

Religião:Monoteísmo(judaísmo, que é o monoteísmo mais antigo da história,que originou o Cristianismo e o islamismo)
Festas Hebraicas: Pascoa: comemoram o êxodo
                             Pentecostes: comemoram o decálogo (10 mandamentos)
                             Tabernáculos: comemoram a diáspora
----
Esse texto foi feito por um amigo meu que, aceitou a sua publicação neste blog. Daqui pra baixo é de minha autoria.

Antiguidade Clássica (grécia)
A grécia é algo muito difícil de se tratar, quando falamos dela lembramos de Esparta e Atenas. Mas vale lembrar que essas duas são cidades-estados (como era a divisão da Grécia na época) que possuem características muito distintas! Uma cidade poderia tomar suas próprias decisões sem a interferência de outras e apesar das rivalidades entre as próprias cidades estados da grécia elas poderiam se juntar para defender seu território (como veremos mais para frente).

Características das cidades estados (duas principais): 
Em atenas  a sua sociedade era dividida em eupátridas (os bem-nascidos) que possuiam cargos políticos e grandes terras, os georgoi logo depois que eram os pequenos proprietários;metecos que dedicavam para atividade artesanais e mercantis e por ultimo em sua escala social estavam os escravos. 
Atenas: o berço da democracia
- democracia: governo do povo
- as assembléias
- cidadãos: homens, nascidos na cidade, adultos e livres
- Escravidão: dívidas e guerras
- Desenvolvimento artístico, filosófico e cultural 
Esparta: a cidade guerreira 
A sociedade espartana era dividida em:
  • Espartanos: No caso decendiam de fundadores de Esparta e por isso eram os únicos que podiam exercer os direitos de cidadania e participar do governo
  • Periécos: Eram antigos habitantes da região mas não era cidadãos e normalmente deidicavam-se a área do comercio
  • Hilotas: Cultivavam as terras dos Espartanos. (nao eram escravos)
O governo de Esparta ficava nas mãos dos éforos(cinco dirigentes eleitos por um ano pela Àpela que era a assembléia do povo) que escolhiam seus dois reis (Diarquia). A Gerúsia era composta por 28 anciãos que possuiam mais de 60 anos nomeados pelos espartanos com o cargo vitalício (até a morte) onde eles propunhavam leis e eram como juízes das causas criminais. A Apelá por sua vez era constituida por espartanos com mais de 30 anos e aprovavam (ou não) as leis feitas pela gerusia
- formação de soldados para a guerra
- educação militar
- mulher: deveria ser uma “boa reprodutora”
Como muitos sabem a grécia é o berço da filosofia isso por diversos motivos entre eles a sua localização, comercio, religião politeista que facilitava a crença de outros deuses, a circulação de pessoas e com isso ideias.

Guerras médicas ou Gregco-Pérsicas (490-479 a.C)
A guerra médicas começou com um pequeno território que pertencia aos persas mas que eram habitados por gregos, portanto Dário (rei persa na época) começou a pressionar e exigir o pagamento de imposto na região, por sua vez os habitantes ali se revoltaram contra os persas e aliaram-se com atenas. Devido a esse movimento Dário contra atacou iniciando a Guerra.

Guerras do Peloponeso (431-404 a.C)
Durante a guerra médicas as cidades estados gregas se unem contra os persas com a liderança das duas maiores cidades estado: Atenas e Esparta com sua inteligência e força respectivamente mas após o fim da guerra as duas cidades entraram em conflito pois estavam disputando a hegemonia na grécia. No fim das contas Atenas se rende e Esparta se torna a maior hegemonia grega. Mas após isso com o desgate de duas guerras seguidas na grecia toda a grecia estava destruida e vunerável para qualquer adversário foi ai que o rei macedônico Felipe II invade a guerra começando a expansão macedônica e conquistando vários territorios gregos mas felipe morre no decorrer e seu filho Alexandre Magno termina de conquistar a grecia e logo depois vai conquistar a persia sobrando apenas três grandes impérios: Egito, Macedônia e Síria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário